---------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------

Criaturas em Harry Potter


Acromântula
Acromântula é uma aranha monstruosa dotada de fala humana. É originária da Ilha de Bornéu, onde habita a floresta tropical. Suas características incluem pêlos negros e grossos que lhe cobrem o corpo, pernas que têm uma envergadura que pode abranger até quatro metros e meio, pinças que produzem um estalido distinto quando ela se excita ou se irrita; e, finalmente, produz uma secreção venenosa e tece teias abobadadas no solo.

Agoureiro / Augurey
Também conhecido como Irish Phoenix (fênix irlandesa), o agoureiro, ou augurey (Presença), é nativo da Grã-Bretanha e da Irlanda, embora por vezes seja encontrado em outros países do norte europeu. Pássaro magro e de aspecto tristonho, que lembra um abutre pequeno e mal-nutrido, o agoureiro é preto-esverdeado. É extremamente tímido, faz ninhos em moitas espinhosas, come grandes insetos e fadas, só voa sob chuva pesada e, no restante do tempo, fica escondido em seu ninho em feitio de lágrima.

Barretes vermelhos
Essas criaturas anãs vivem em crateras de antigos campos de batalha ou onde quer eu o sangue humano tenha sido derramado. Embora facilmente repelidas com feitiços de azarações, elas oferecem grande perigo aos trouxas que andam sozinhos, a quem tentarão matar de pancadas nas noites escuras. Os barretes vermelhos são encontrados principalmente no norte da Europa.

Basilisco
É uma serpente enorme cujo olhar é capaz de matar uma pessoa instantaneamente através de clorofilas minúsculas que secretam um poderoso veneno que atinge em cheio o cérebro da vítima, por isso quando visto de um espelho é-se petrificado até beber Sumo de Mandrágora. Basiliscos nascem quando  uma cobra engole um ovo de galinha que tenha sido chocado por uma rã. Eles têm muita resistência, podendo viver muito tempo. Mas o canto do galo pode lhes ser fatal, segundo dito no livro Harry Potter e a Câmara Secreta.
O veneno de um basilisco é uma substância altamente nociva e o único antídoto para tal veneno é a lágrima de uma fênix.

Bicho-Papão
O Bicho-Papão normalmente vive confinado dentro de armários e lugares escuros. Ao ser libertado, ataca sua vítima transformando-se na coisa que a pessoa mais teme. Ninguém sabe sua real aparência. Para evitá-lo, basta soltar o feitiço Riddikulus (este feitiço faz com que a coisa medonha torne-se extremamente ridícula ao ponto de ser pateticamente engraçada).

Centauros
Centauros são criaturas metade homem e metade cavalo. A maioria deles mora na Floresta Negra, floresta que fica nos territórios de Hogwarts. São criaturas inteligentes e raciocinam mais que os humanos, porém são criaturas que odeiam ofensas. Têm um conhecimento muito grande (e confuso) sobre Adivinhação. E se eles já são perigosos sendo calmos, ficarão ainda mais perigosos se ficarem irritados.

Dementador
Os Dementadores são seres espectrais das trevas e uma das criaturas mais malignas da Terra, usam vestes pretas e sentem seus inimigos pela alma. Eles são os guardiões da Prisão de Azkaban. Dementadores alimentam-se de boas lembranças, deixando somente as experiências e lembranças ruins de uma pessoa. O "beijo" do Dementador, o qual até agora nenhum ser humano conseguiu assistir até o fim, suga a alma da vítima. Este "beijo" não mata a vítima, mas faz com que ela torne-se um ser inválido (demente, como o nome "dementador" já diz), praticamente um zumbi, sem absolutamente nada dentro de si. Os Dementadores não distinguem o que é bom ou mau, só aquilo que entra em sua frente. A simples presença de um deles faz o ar tornar-se extremamente gelado e carregado de sensações de angústia e desesperança. Dementadores não têm alma e se multiplicam através do desespero de suas presas.

Diabretes da Cornualha
Os Diabretes da Cornualha são criaturinhas azuis que medem cerca de 30 centímetros de altura. Têm asas pequenas em relação ao tamanho de seu corpo, mas voam perfeitamente com elas. Adoram realizar brincadeiras de mau gosto, sendo a mais comum suspender as pessoas pelas orelhas e depois enroscá-las em lugares altos.

Dilátex

Dilátex é um peixe fictício que aparece na série de livros Harry Potter. Segundo a saga, o peixe é esférico e sarapintado, e caracteriza-se por duas longas pernas que terminam em pés palmados. Habita os lagos profundos cujos leitos rondam à procura de alimento, preferindo lesmas-d'água. O dilátex não é particularmente perigoso, embora goste de roer pés e roupas de nadadores.

Dragão
Sem dúvida, o animal mitológico mais famoso. A fêmea em geral é maior e mais agressiva que o macho. Existem dez espécies distintas de dragões, embora se saiba que às vezes elas se entrecruzem e criem dragões mestiços.

Duendes
Os duendes (Rocco), ou goblins (Presença), são seres pequenos e de pele escura com dedos finos e compridos em ambos pés e mãos. Alguns usam barba pontuda, outros são carecas, e alguns usam chapéus. Todos têm orelhas pontudas e olhos escuros.
Eles aceitam, em geral, o desprezo dos bruxos, mas controlam as finanças da comunidade mágica, de modo que toda a economia está sob sua responsabilidade.

Elfos-domésticos

Estas criaturas são uma espécie de "escravos" dos bruxos, eles são obrigados a servir a uma família desde que nascem (eles vestem um colete velho e desbotado como marca de sua "escravidão") e a única maneira de libertá-los é se seu dono presenteá-lo (de maneira intencional ou acidental) com alguma peça de roupa. Há elfos-domésticos que trabalham para duas (ou muitas) famílias ao mesmo tempo. O mais conhecido deles no universo Harry Potter é Dobby, elfo que trabalhava para os Malfoy (apesar de odiá-los frontalmente) e acabou "libertado" quando Lucius Malfoy inadvertidamente ofereceu-lhe uma meia colocada por Harry dentro de um livro. Em Hogwarts há uma grande quantidade de elfos-domésticos que fazem de tudo, inclusive limpar, cozinhar e arrumar as roupas dos alunos. Dobby e sua amiga Winky vão trabalhar em Hogwarts. Hermione chega a fundar a F.A.L.E. (Fundação de Apoio à Libertação dos Elfos), que defende os elfos, fazendo com que Dobby e Winky recebam salários em dinheiro por seus serviços em Hogwarts. Elfos-domésticos são diferentes de bruxos: eles têm seu próprio tipo de magia e sua habilidade de desaparecer dentro do castelo é necessária para que não sejam vistos enquanto trabalham, como os elfos-domésticos normalmente fazem. Para a maioria dos elfos-domésticos a libertação é considerada uma ofensa, visto que eles em sua grande maioria adoram seu trabalho.

Erumpente

O erumpente é um animal africano, cinzento, de grande porte e força. À distância, esse bicho, que pesa até uma tonelada, pode ser confundido com um rinoceronte. Tem um couro grosso que repele a maioria dos feitiços e maldições, um chifre afiado sobre o nariz e uma grande cauda que lembra uma corda. Dá a luz a apenas um filhote de cada vez. O erumpente não ataca a não ser provocado por dor, mas se ele investir contra alguém os resultados são catastróficos. Seu chifre pode perfurar qualquer coisa, desde pele até metal, e contém uma secreção fluída que faz a pessoa ou coisa injetada explodir como uma bomba. 

Explosivins
 
Criaturas enormes que cospem fogo. A parte carnuda de seu corpo é vermelha e sua couraça é cinza. Possuem grandes pinças como patas dianteiras e suas patas de apoio são curtas e velozes. São um cruzamento de mantícora com caranguejo-de-fogo, e o rabo que seria o ferrão herdado das mantícoras é capaz de disparar jatos de fogo na idade adulta. Sua parte de cima é muito dura e nenhum feitiço parece atingí-la, apenas ricocheteiam. Somente atingindo os Explosivins por baixo é que se pode vencê-los. Nunca foi descoberto de que se alimentam, e se não forem levados para passear regularmente começam a acumular muita energia e passam a destruir tudo em sua frente.

Fantasmas
São pessoas comuns, mas que quando morrem não vão para o mundo dos mortos, ao invés disso ficam presos entre os mundos dos vivos e dos mortos, "vivendo" como fantasmas. Pessoas que têm medo da morte viram fantasmas. Eis alguns exemplos:
Nick Quase-Sem-Cabeça: fantasma da casa Grifinória. Tem este nome por causa de sua cabeça, que por pouco não saiu. Tem a angústia de sempre ser recusado para a caça sem cabeça.
Barão Sangrento: fantasma da casa Sonserina. Suicidou-se após assassinar Helena Ravenclaw e usa correntes como penitência por este crime.
Frei Gorducho: fantasma da casa Lufa-Lufa que é um fradezinho gorducho que quer sempre dar mais uma chance ao Pirraça.
Murta Que Geme: é o fantasma de uma garota da Casa Corvinal que morreu jovem, depois de olhar nos temidos olhos do basilisco e que hoje assombra um dos banheiros femininos de Hogwarts.
Dama Cinzenta: fantasma da casa Corvinal, era em vida Helena Ravenclaw, filha de uma das fundadoras de Hogwarts. Foi assassinada em uma floresta pelo Barão Sangrento.

Fênix
Fawkes é a fênix de Alvo Dumbledore, que tem sua primeira aparição no Capítulo 12 ("A Poção Polissuco"), de Harry Potter e a Câmara Secreta. Dumbledore explica a Harry, depois de o mesmo se espantar ao ver o pássaro do professor pegando fogo, que as fênix eram pássaros que, quando chega a hora de morrer, pegam fogo e depois renascem das cinzas, são capazes de transportar cargas muito pesadas, suas lágrimas tinham poderes curativos e eram extremamente fiéis. Duas penas de Fawkes foram usadas para a fabricação das varinhas de Harry Potter e Lord Voldemort.

Fofo (Cérbero)
Fofo é um cão Cérbero que pertence a Rubeus Hagrid, guarda-caça de Hogwarts, e possui a missão de guardar o corredor proibido que levava à Pedra Filosofal. Fofo apresenta uma aparência assutadora: um animal gigantesco, com mau hálito (que possivelmente cheira a enxofre) e três cabeças.

Gnomos
Possuem uma pele muito dura como couro e são bem pequenos, alimentam-se de carne e infestam os jardins bruxos - por tal razão são tidos muitas vezes como pragas de jardim. Para os afugentar, deve-se fazê-los rodar até ficarem tontos e jogá-los para longe ou lançar o feitiço Flipendo em suas tocas. Também são conhecidos como Guernumblie. Algumas pessoas deixam-se morder por esses seres por acreditarem que sua mordida transfere sua sabedoria, um exemplo de pessoa que crê nisto é Luna Lovegood.

Grindylows
Grindylow é um demônio que habita lagos e rios. Sua aparência lembra a mistura de uma criança raquítica com um molusco. Os grindylows são representado com olhos enormes, pele verde e lisa, dentes afiados, vários chifres curtos e caninos esverdeados e bem pontiagudos, os quais ele usa para destroçar qualquer ser humano (principalmente crianças) que seja suficientemente tolo de perambular sozinho às margens de sua morada.

Hipogrifo

É uma criatura metade águia e metade cavalo, nascido a partir do cruzamento entre uma égua e um grifo. São seres muito orgulhosos que atacarão caso sintam-se ofendidos ou depreciados (o que pode acontecer com muita facilidade), mas que também permitem aproximação mediante uma breve saudação curvada. Apesar de terem como refeição predileta doninhas, também podem comer quase qualquer outro animal. 


Lobisomem

Os lobisomens são pessoas que nas noites de lua cheia transformam-se num homem metade lobo, ou um lobo com poucos pêlos e silhueta humana.
O significado do nome seria do latim lupus (lobo) + homo (homem), lupuhomo, ou lobisomem, que significa simplesmente homem lobo. É uma criatura muito temerosa e assustadora.
Hermione Granger explica que um lobisomem, ao se transformar, perde toda a noção de certo ou errado e esquecerá todo seu passado, sendo capaz de matar a qualquer pessoa que lhe cruzar o caminho, seja amigo, inimigo ou neutro. Também é revelado durante a série que o lobisomem apenas ataca seres humanos, como que querendo passar a maldição adiante. Isso é revelado quando Sirius e Lupin contam que quando Lupin era garoto eles se transformavam em animais para ficar junto dele e assim mantê-lo bem controlado.

Sereianos

Parecidos com sereias, mas com aparência de répteis e cabelos humanos. São seres extremamentes agressivos e que só podem falar embaixo da água; fora d'água sua voz é somente um ruído muito desagradável. Estão presentes de forma mais ativa na 4ª aventura da série, Harry Potter e o Cálice de Fogo, quando uma das provas do Torneio Tribruxo consiste em desvendar a mensagem sereiana de resgatar uma pessoa muito querida no lago infestado de criaturas perigosas. No funeral de Alvo Dumbledore, Harry assiste à saudação feita pelo rei dos sereianos e recorda-se de que certa vez, Alvo havia conversado com este rei.

Testrálios

Animais que parecem uma mistura de um pégaso (cavalo alado) com um dragão. Possuem a estrutura corporal de um cavalo aparentemente esqueletal (sem pele ou carne visíveis) adornado com escamas de répteis, cabeça de dragão com pequenos cabelos prateados, asas coriáceras como as de um morcego-vampiro e uma longa cauda negra que serve também como um chicote. Testrálios comem carne de qualquer espécie, viva ou morta, mas também pastam. São encontrados, geralmente, em sextetos compostos por um macho e cinco fêmeas. São invisíveis para a maioria das pessoas, mas visíveis para quem já teve uma experiência de quase-morte ou já viu alguém morrer.
Testrálios têm ótimo olfato e também são dotados de um poderosíssimo senso de direção: basta ganhar sua confiança, montá-lo, dizer-lhe aonde se deseja ir e segurar-se nele firmemente para ser então levado sem erros ao destino exato.

Veela

Veela é um ser de trejeitos femininos capaz de enfeitiçar os demais (especialmente os de sexo masculino) com sua beleza. As veelas nascem mulheres e apresentam pele lisa e cabelos dourados que esvoaçam atrás dela mesmo na ausência de vento. Também têm o poder de se transformar em pássaros semi-humanos - semelhantemente a harpias - que são capazes de atirar bolas de fogo. Têm um temperamento muito forte e por vezes esnobe. Um exemplo de veela famosa é a Fleur Delacour (na verdade, ela é parte veela, sendo sua avó uma veela pura).

1 comentários:

Muito massa

Reply

Postar um comentário